SONOPEEL (PEELING ULTRASSÔNICO)

R$1.989,00

Em até 12x de R$165,75 sem juros

Frete grátis para pedidos acima de R$ 500!

  • Check Mark Satisfação garantida
  • Check Mark Reembolsos sem complicações
  • Check Mark Pagamentos Seguros
VERIFICAÇÃO SEGURA GARANTIDA

Descrição

O SONOPEEL é um equipamento para limpeza da pele, remoção de impurezas e células mortas através do peeling por ultrassom que possibilita ainda a aplicação simultânea de terapia combinada, ou seja, emissão do ultrassom juntamente com a estimulação elétrica que pode ser microcorrente ou microgalvânica para favorecer a renovação e o reequilíbrio da pele ou permear ativos ionizados.

Trata-se de um gerador de ultrassom na frequência de 26,5 KHz e de correntes elétricas para eletroestimulação. A intensidade necessária ao tratamento depende da sensação do paciente, sendo assim, o tratamento deverá ser iniciado com níveis de intensidade baixos, aumentando-se cuidadosamente até se conseguir os efeitos adequados ao procedimento e de acordo com a reportagem do paciente.
O SONOPEEL é um equipamento que estimula a pele através do peeling ultrassônico aplicado de forma suave, segura e agradável. Promove renovação profunda e rápida da pele.
A seleção das funções e parâmetros do aparelho é feita via teclado de toque com as informações apresentadas em visor de cristal líquido. O SONOPEEL possui controles independentes para intensidade do ultrassom e eletroestimulação.

O SONOPEEL possibilita os seguintes modos de operação:

1. Modo peeling por ultrassom com emissão contínuo ou pulsado 50% (ponta da espátula).
2. Modo ultrassom com emissão contínuo ou pulsado 50% (sonoforese) (dorso da espátula).
3. Terapia combinada (ultrassom de baixa frequência + eletroestimulação) (dorso da espátula):
Ultrassom + microcorrente (MENS);
Ultrassom + microgalvânica (GMES – polaridade positiva ou negativa).
4. Terapia Isolada (somente eletroestimulação) (dorso da espátula):
Eletroestimulação somente por microcorrente (MENS);
Eletroestimulação somente por microgalvânica (GMES – polaridade positiva ou negativa).

Espátula ultrassônica

O transdutor, numa linguagem bastante simplificada, é um dispositivo que converte um tipo de energia em outro. O transdutor espátula ultrassônico converte energia elétrica em energia mecânica (acústica). Esses dispositivos utilizam cristais piezoelétricos, que, quando recebem corrente alternada apropriada, geram ondas de ultrassom na frequência determinada pelo cristal.
A parte metálica da espátula ultrassônica SONOPEEL atua também como um eletrodo, isso é permite a passagem de correntes produzidas pelo gerador do equipamento (microcorrente MENS e mi-crogalvânica GMES) e pode atuar como TERAPIA COMBINADA com emissão simultânea de ultrassom de baixa frequência + MENS ou emissão simultânea de ultrassom de baixa frequência + GMES (polaridade negativa ou polaridade positiva) ou ainda pode atuar como TERAPIA ISOLADA emitindo somente MENS ou somente GMES, e neste caso, basta não aumentar a intensidade do ultrassom.

Vantagens do Peeling Ultrassônico:

– Indolor e limpa rapidamente a pele;
– Pode ser realizado com segurança sobre a pele sensível e de rica vascularização;
– Emulsiona e remove o sebo da pele e é eficaz no tratamento da acne;
– Auxilia no tratamento de manchas de hiperpigmentação;
– Prepara a pele para procedimentos estéticos;
– Aumenta a capacidade de absorção da pele;
– Refresca, renova e regenera a pele de forma notável;
– Oxigena e hidrata profundamente a pele;
– Ótimos resultados são obtidos quando seguidos de terapia combinada: ultrassom + MENS ou ultrassom + GMES;
– Baixo custo operacional;
– Pode ser aplicado em todos os tipos de pele inclusive as mais delicadas.

Efeitos Esperados:

– Remoção de impurezas e células mortas.
– Aumenta a permeabilidade das membranas celulares, permitindo a absorção de substâncias terapêuticas;
– Ativa a microcirculação;
– Favorece e drenagem e a desintoxicação tecidual;
– Melhora do tônus cutâneo;
– Visível melhora da eficácia dos procedimentos cosméticos;
– Fortalece os vasos sanguíneos; estimula a regeneração do tecido e acelerando o processo de normalização de cicatrizes;
– Elimina rugas finas e previne sua formação;
– Clareia olheiras, melhorando a oferta de sangue e circulação da linfa;
– Amacia e hidrata a pele;
– Clareamento progressivo de manchas de pele;
– Auxilia nos procedimentos anticelulite, aplicado antes, favorece a penetração de ativos;
– Efeito antiinflamatório e antiedematoso;
– Analgesia e relaxamento muscular.

Contra-Indicações :

– Abdome gravídico;
– Globo ocular;
– Áreas de tromboflebite;
– Área cardíaca;
– Dispositivo eletrônico implantado – recomenda-se que um paciente com um dispositivo eletrôni-co implantado (ex.: marca-passo cardíaco) não seja sujeito à terapia por ultrassom ou terapia combinada, a menos que uma opinião médica especializada tenha sido anteriormente obtida;
– Órgãos reprodutores;
– Inflamações e/ou infecções agudas;
– Áreas tratadas por radioterapia;
– Tumores;
– Epilepsia;
– Acne ativa.

Orientações gerais:

– A pele de ser previamente limpa com solução ou leite de limpeza;
– Proteger os olhos com gaze umedecida em solução fisiológica;
– Pulverizar a pele com água constantemente;
– Limpar a espátula em intervalos regulares ou sempre que houver necessidade.

TERAPIA COMBINADA
a) Ultrassom de baixa frequência associado à microcorrente (MENS):

Para esta modalidade de tratamento a parte metálica da espátula ultrassônica SONOPEEL que atua também como um eletrodo é utilizada juntamente com o cabo conector para fechamento do campo elétrico e a opção de corrente no visor de cristal líquido deve ser MENS. Isso permite que o SONOPEEL faça Terapia combinada: ultrassom + microcorrente (MENS).
Estudos recentes demonstram que aplicação de ultrassom aumenta a permeabilidade da pele de drogas, um fenômeno conhecido como sonoforese. Avanços significativos foram feitos na pesquisa da sonoforese nos últimos anos, especialmente sob condições de baixa frequência (20–100 kHz) sendo a cavitação, considerado o principal efeito que favorece a penetração de ativos pela pele. O Sonopeel permite o uso do ultrassom associado à microcorrente de forma a favorecer a penetração de ativos na pele, promover o incremento da nutrição tecidual juntamente com os benefícios fisiológicos oferecidos pela microcorrente.
A microcorrente – MENS (Microcurrent Electrical Neuromuscular Stimulation) é uma modalidade de terapia não invasiva que usa corrente de baixa amperagem, em microampéres (µA) com alternância de polaridade positiva e negativa a cada 3 segundos. Seus efeitos terapêuticos relacionam-se ao aumen-to do metabolismo celular, estímulo do processo de reparo e regeneração tecidual, normalização do pH local, aumento da síntese de proteínas (colágeno e elastina). Promove a revitalização e o rejuvenescimento da pele. Trata-se de uma corrente subsensorial, ou seja, não ativa não excita a inervação periférica.

Efeitos esperados da estimulação elétrica por microcorrente (MENS):

– Aumento da produção de ATP em até 500%;
– Estimula a síntese de proteínas;
– Aumento da captação de O2 no local tratado;
– Aumento do transporte de aminoácidos;
– Favorece o transporte de membranas;
– Restabelecimento da bioeletricidade tecidual.

b) Ultrassom associado à microgalvânica (GMES – polaridade positiva ou negativa):

O ultrassom terapêutico é usado para a transferência de ativos através da pele e a cavitação pa-rece ser o principal efeito que favorece o aumento de permeabilidade da barreira cutânea.
A corrente microgalvânica – GMES (Galvanic Microcurrent Electrical Stimulation) de baixa intensidade em microampéres (µA) pode ser indicada para ionização de ativos polarizados. Após o peeling ultrassônico e consequentemente limpeza profunda e remoção de células mortas da camada córnea, a pele está apta a absorver com maior facilidade os nutrientes, vitaminas, e demais substâncias usadas para prevenção e tratamento de rugas e fotoenvelhecimento.
A iontoforese ou ionização, também denominada de transferência iônica, é a penetração de substâncias via transdérmica (pele) de forma conservadora, por meio de uma corrente polarizada que impulsiona a substância ionizada pelo fluxo elétrico unidirecional. A iontoforese usa o princípio da repul-são de cargas iguais, denominado “eletrorrepulsão de cargas” para transportar a substância da superfí-cie da pele para camadas mais profundas. O ativo incorporado à solução ou gel (melange) deve ser polarizado, isto é ter carga definida e ser depositado sob o eletrodo ativo e ambos, eletrodo ativo e melange devem ter a mesma polaridade.
Estudos demonstram que as duas modalidades de energia, ultrassom de baixa frequência (sono-forese) e corrente polarizada (iontoforese) podem ter efeitos sinérgicos quando aplicados simultanea-mente, potencializando a permeação de ativos na pele associados, é claro, ao desenvolvimento de for-mulações adequadas, para um aumento da eficiência da corrente, consequentemente, ampliação da quantidade de ativo liberado tanto na pele quanto através dela.
Nesta modalidade de tratamento a parte metálica da espátula ultrassônica SONOPEEL atua também como um eletrodo é utilizada juntamente com o cabo conector para fechamento do campo e-létrico e a opção de corrente no visor de cristal líquido deve ser GMES. Isso permite que o SONOPEEL faça Terapia combinada: ultrassom+ eletroestimulação com corrente micropolarizada que pode ser positiva (P+) ou negativa (P-) de acordo com ativo a ser ionizado e deve ser informado pelo fabricante do produto.
Para isso deve-se fechar o campo elétrico com o cabo específico com e extremidade em pino banana acoplado ao adaptador garra jacaré conectado a um eletrodo placa de alumínio/pano vegetal umedecido em água (dispersivo). O eletrodo dispersivo deve ser colocado próximo da área de tratamento, e a polaridade do eletrodo ativo (espátula) deve ser igual ao do ativo que se pretende ionizar.

TERAPIA ISOLADA

Seguindo os mesmos princípios técnicos da terapia combinada SONOPEEL onde a parte metálica da espátula ultrassônica atua como um eletrodo e um cabo de conexão afixado a um eletrodo para fechamento do campo elétrico. Porém, no caso da TERAPIA ISOLADA, a intensidade do ultrassom deve ser nula, permitindo a emissão isolada somente de eletroestimulação com MENS ou com GMES, de acordo com o objetivo clínico.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “SONOPEEL (PEELING ULTRASSÔNICO)”

O seu endereço de e-mail não será publicado.